Vistoria de imóvel: saiba o que é e como funciona essa etapa

Como comprar uma casa

Seja na hora de alugar ou comprar uma casa nova, a vistoria de imóvel é uma das etapas mais importantes antes da entrega das chaves. Afinal, é nesse momento que o futuro morador poderá avaliar se a casa ou o apartamento está nas condições previstas no contrato de financiamento.

Você está prestes a fazer a vistoria de imóvel da sua nova casa e quer entender quais são os principais pontos que deve avaliar? Então, saiba como funciona uma vistoria e qual a sua importância. Boa leitura!

O que é vistoria de imóvel?

O que é vistoria de imóvel | Foto de uma pessoa fazendo anotações em uma prancheta | Como comprar uma casa | Blog Alea

A vistoria de imóvel é uma avaliação feita pelo proprietário com o objetivo de analisar se todas as condições previstas no financiamento foram cumpridas pela construtora, para que assim o morador não tenha surpresas ao seu mudar.

Outro objetivo da vistoria é identificar qualquer problema de infraestrutura do imóvel. Normalmente, isso é feito antes que a construtora entregue as chaves.

No caso de locação, a vistoria também é feita, sendo muito útil para ambas as partes: para o proprietário, que vai ficar ciente de como está entregando o imóvel; para o inquilino, que vai poder analisar as condições da casa ou do apartamento antes da mudança.

Como funciona uma vistoria de imóvel?

Uma vistoria bem-feita pode evitar dores de cabeça no futuro. Então, é muito importante dedicar tempo e atenção nessa hora. O ideal é que você escolha um dia tranquilo para fazer a vistoria da sua nova casa, deixando aquela ansiedade de lado e focando em todos os detalhes que você deve analisar.

Em segundo lugar, é essencial ser pontual e evitar atrasos, que podem prejudicar a sua vistoria e até mesmo a dos seus vizinhos. Nesse sentido, o ponto principal da vistoria é avaliar se as condições de habitação do imóvel correspondem ao que foi combinado no contrato entre você e a construtora.

A dica para uma boa vistoria é fazer uma lista com os itens mais importantes e checar um por um com bastante atenção. A maioria das construtoras fornece ao proprietário o memorial descritivo, que nada mais é do que um documento com todas as informações sobre a obra e a construção do empreendimento.

Portanto, no dia da vistoria, também é importante levar uma cópia desse documento com você e aproveitar para tirar qualquer dúvida que possa surgir no momento.

Vale ressaltar que um representante da construtora, ou um corretor, estará presente no dia, para auxiliá-lo caso surja qualquer dúvida.

O que é um laudo de vistoria de imóvel?

O que é o laudo de vistoria de imóvel | Foto de um engenheiro assinando um documento | Como comprar uma casa | Blog Alea

Quando o assunto é vistoria, o laudo não pode ficar de fora. Em resumo, o laudo de vistoria de imóvel é um documento no qual são registradas todas as informações sobre a infraestrutura do imóvel, assim como o seu estado de conservação.

Já se você estiver alugando, o laudo de vistoria indica detalhadamente as condições de habitação do imóvel e faz parte do contrato, sendo necessário que tanto o locador quanto o proprietário, testemunhas e um representante da construtora o assinem.

Agora que você já sabe do que trata a vistoria, veja a seguir quais são os principais pontos que um laudo do imóvel precisa considerar:

  • Possíveis vazamentos e infiltrações;
  • Dimensões, com a planta do imóvel para comparação;
  • Condições da mobília, se a casa ou o apartamento já for entregue mobiliado;
  • Instalações elétricas: aqui é importante verificar se o quadro de luz oferece condições seguras e se itens como chuveiro, interfone, campainha e tomadas estão funcionando bem;
  • Instalações hidráulicas: analise o funcionamento de registros, descargas e torneiras;
  • Pintura: avalie se existem manchas, bolhas, marcas ou qualquer tipo de imperfeição nas paredes e, se for o caso, em móveis;
  • Rachaduras;
  • Pisos, revestimentos e forro;
  • Nivelamento do chão;
  • Janelas e portas: dependendo do material de fabricação, avalie, por exemplo, se existem falhas no vidro ou cupim na madeira.

Outra dica importante é fazer o laudo de vistoria com fotos. Assim, será possível analisar depois as imagens para saber se algum detalhe passou despercebido durante a vistoria.

O que deve ser avaliado durante a vistoria de imóvel?

O que deve ser avaliado durante a vistoria de imóvel | Foto de um casal medindo a parede | Como comprar uma casa | Blog Alea

Na maioria dos casos, a vistoria de imóvel acontece antes da entrega das chaves. Por isso, é essencial analisar tudo com calma para não correr o risco de deixar passar algum detalhe que não esteja de acordo com o que consta no laudo da vistoria.

A seguir, veja o checklist que preparamos para você ter em mãos no dia da vistoria e saber exatamente o que avaliar nessa etapa tão importante.

Revestimentos de paredes, pisos e rejuntes

  • Paredes: ao analisar as paredes do imóvel, verifique se existem rachaduras ou se faltam peças. Se a obra for entregue com revestimento, veja se todas as áreas dos azulejos estão bem revestidas ou se existem diferenças na cor das peças, por exemplo;
  • Pisos: veja se há defeitos na cerâmica e nos tacos ou se existem manchas, mofos, buracos ou peças soltas;
  • Rejuntes: verifique se não há falhas ou falta de material em determinados locais.

Algumas construtoras entregam a casa ou o apartamento sem revestimentos, para que o cliente possa escolher os materiais que mais combinam com a proposta que deseja para a casa nova. Porém, para quem já recebe o imóvel com essas instalações, é essencial estar atento à qualidade dos revestimentos.

Se esse for seu caso, uma dica é fazer um teste batendo um cabo de vassoura no piso. O som oco pode indicar que o construtor não fixou a cerâmica corretamente. No futuro, essa falha pode causar um problema de deslocamento.

Pintura

É muito importante analisar a pintura da casa inteira. Procure pela existência de manchas nas divisórias das paredes com o teto, pois essa falha indica infiltração.

Também é essencial olhar se as paredes e o teto dos cômodos que recebem mais umidade na casa, como a cozinha e o banheiro, não apresentam manchas ocasionadas por bolor.

Por fim, lembre-se de observar se as paredes estão planas, passando a mão por essas superfícies. Se encontrar defeitos como ondulações e estufamentos, solicite para que seja consertado antes de você se mudar.

Sistema elétrico

O sistema elétrico merece uma atenção especial. Antes de mais nada, observe se existem fios ou cabos expostos, se a caixa de força está em boas condições e também se os interruptores estão funcionando.

Depois, é hora de analisar a fiação do chuveiro, que deve estar presa e protegida. Em seguida, veja com o responsável se existe fio terra em toda a fiação do imóvel. Esse recurso vai ajudar a evitar danos provocados por raios.

Sistema hidráulico

Assim como a parte elétrica da casa, também é indispensável fazer uma análise completa do sistema hidráulico. Então, veja se as descargas estão funcionando corretamente, assim como todas as torneiras. Ao abri-las, veja se aparecem gotas ou entupimentos. Veja também o estado dos ralos e canos, que devem deixar a água escoar livremente.

Portas, batentes e janelas

Abra e feche todas as portas, observando também o acabamento. Não se esqueça de verificar as fechaduras, afinal, a segurança do imóvel é uma prioridade.

Da mesma forma, abra todas as janelas e teste os fechos, avaliando também as entradas de luz e a circulação do ar. Acima de tudo, preste bastante atenção em todos os detalhes que envolvem a proteção da sua casa.

Ainda mais, se você for vistoriar um imóvel novo, que acabou de ser entregue pela construtora, tenha a planta da casa ou apartamento em mãos, para checar se a obra seguiu as especificações.

Tipos de vistoria de imóvel

Tipos de vistoria de imóvel | Foto de um casal imaginando a casa dos sonhos | Como comprar uma casa | Blog Alea

A princípio, é muito comum confundir os tipos de vistoria que podem ser feitas em um imóvel. Para esclarecer suas dúvidas, entenda as principais diferenças a seguir:

  • Vistoria inicial: é feita antes do proprietário se mudar para o local. Seu objetivo é registrar o estado em que a propriedade foi entregue;
  • Vistoria de constatação: se o futuro morador encontrar falhas durante a vistoria inicial, ele pedirá o reparo e aí poderá ser feita a vistoria de constatação, para confirmar que todas as reparações foram feitas, de acordo com o pedido do cliente. Para imóveis alugados, pode ser feita também à pedido do locador, para constatar o estado em que o imóvel se encontra antes;
  • Vistoria final: finalmente, é a vistoria de comparação entre a inicial e a anterior. Aqui, o foco é entender se os pontos que foram justificados durante primeira vistoria ainda permanecem.

Além disso, vale destacar que também a vistoria de condomínios realizada pelo Corpo de Bombeiros, que tem como função garantir a segurança dos espaços compartilhados e das áreas comuns do condomínio. No entanto, essa vistoria é feita apenas pelo órgão responsável, sem envolver os moradores.

Existe, ainda, a vistoria feita por agentes de bancos no momento da aprovação do financiamento. Porém, ela possui algumas diferenças entre a vistoria convencional que nós já conhecemos por aqui. A seguir, confira mais detalhes.

Como funciona a vistoria de imóvel no financiamento imobiliário?

Depois da aprovação na análise de crédito, uma das etapas mais importantes do financiamento é a vistoria de imóvel, realizada pelo banco responsável pela liberação do crédito habitacional em parceria com uma empresa especializada.

No geral, a vistoria de imóvel no financiamento é muito parecida com a vistoria feita pelo cliente. Tem como função atestar que o empreendimento está dentro das condições de habitação exigidas, além de indicar o valor do imóvel e se ele está dentro do preço de mercado.

Da mesma forma que na vistoria convencional, a empresa faz a emissão do laudo que comprova que o imóvel está em dia. Para o banco, esse documento é essencial para dar mais segurança ao financiamento, afinal, como o imóvel serve de garantia para a empresa, em caso de inadimplência, o banco terá a posse do bem.

Nesse sentido, é a própria empresa parceira do banco que entra em contrato com o cliente e com o vendedor e agenda o melhor dia para que um profissional faça a vistoria do imóvel. O agente irá avaliar a estrutura e todos os detalhes citados anteriormente, focando em entender se a casa oferece uma boa garantia para o banco.

Se tudo estiver certo, o profissional emite o laudo com o valor do imóvel e repassa para a construtora e o cliente do financiamento.

A Caixa faz vistoria de imóvel?

Da mesma forma, para quem deseja financiar um imóvel pela Caixa Econômica Federal (CEF), também é necessário passar pela vistoria. É nesta fase em que a Caixa define o valor do imóvel e verifica o estado da propriedade.

Em outras palavras, o banco avalia se o preço sugerido pelo vendedor é compatível com as condições do imóvel. Por isso, uma dica é escolher um empreendimento de uma construtora de confiança, como a Alea, para não correr o risco de ter a vistoria de imóvel reprovada.

Finalmente, todo esse processo pode demorar cerca de 15 dias, seguido da aprovação do financiamento e assinatura do contrato.

Quem pode fazer a vistoria de imóvel?

Foto de um corretor de imóveis mostrando uma casa para um casal | Como comprar uma casa | Blog Alea

A vistoria é uma etapa muito importante da conquista da casa própria. Afinal, é o momento em que você vai ter o primeiro contato com o seu futuro lar, podendo analisar todos os detalhes da obra entregue pela construtora e se algum desses pontos precisa ser ajustado.

Por isso, a vistoria deve ser feita por quem vai morar no imóvel, ou seja, a pessoa que fez o financiamento imobiliário. É claro que, tudo depende da finalidade do imóvel: por exemplo, para quem está alugando uma casa, a vistoria pode ser feita em conjunto com um vistoriador, um profissional responsável que acompanha os clientes e faz a análise.

Há também a possibilidade de fazer a vistoria inicial com um corretor, mas, tudo vai depender do tipo de imóvel que você está recebendo, se é comprado ou alugado. Para a primeira opção, é muito importante que todas as pessoas que vão morar naquele imóvel participem da vistoria, analisando como será a estrutura da casa ou apartamento.

É necessário contar com a ajuda de um profissional?

O principal é que a vistoria seja feita pelo morador do imóvel, afinal, é ele quem vai usufruir da casa e quem deve conhecer o imóvel primeiro. Apesar disso, é possível contratar um profissional para fazer a vistoria junto com você.

Isso porque, ele terá a experiência necessária para fazer essa inspeção, além de contar com os equipamentos que identificam problemas com mais precisão. Porém, a contratação desse profissional pode envolver uma taxa, e o pagamento fica por conta do proprietário.

Checklist de vistoria de imóvel: o que levar no dia?

Agora que você já sabe como avaliar a obra da sua casa nova, é hora de entender o que você precisa levar no dia da tão sonhada vistoria.

Para isso, separamos abaixo uma lista do que levar para agilizar esse processo. Confira:

  • Trena e/ou fita métrica para verificar as dimensões do imóvel;
  • Câmera ou celular com câmera para fotografar todos os ambientes;
  • Chave de testes de tomada para verificar o seu funcionamento;
  • Lâmpada para averiguar o funcionamento dos bocais;
  • Aparelho elétrico para testar os sistemas de energia;
  • Papel e caneta para anotar todos os pontos que achar relevantes.

Quais são os próximos passos?

Entrega de chaves | Foto de um homem segurando as chaves da sua casa | Como comprar uma casa | Blog Alea

Em primeiro lugar, caso a vistoria seja reprovada, e a casa ou apartamento precise passar por alguns ajustes, a construtora terá um tempo para entregar esses reparos. O prazo deve sempre ser consultado diretamente com a empresa responsável pela obra.

Depois, será feita uma nova vistoria (vistoria de constatação). Se os problemas persistirem, o processo se repete. Finalmente, quando tudo estiver certo, o morador irá aprovar a vistoria e assinar o laudo.

Dessa forma, o profissional responsável coleta todas as informações necessárias e redige o documento. Como a elaboração demanda muitos detalhes, o laudo pode demorar alguns dias para ficar pronto. Assim, quando ele finalizar essa etapa, é só aguardar a entrega de chaves.

Qual é a importância da vistoria de imóvel?

Acima de tudo, a vistoria de imóvel é uma grande oportunidade para que o morador veja como o imóvel está sendo entregue e o que pode ser ajustado ou melhorado, para fazer a mudança para a casa nova com tranquilidade e evitando problemas estruturais, que podem ser resolvidos diretamente pela construtora.

Por esse motivo, a vistoria também proporciona segurança para todos. Além disso, outro ponto importante é que essa prática contribui para a valorização do imóvel. Caso o morador decida vender a casa ou apartamento algum dia, terá a certeza de que as vistorias realizadas contribuíram para a boa conservação.

Esperamos que você tenha gostado de entender tudo sobre a vistoria de imóvel e como se preparar para essa etapa tão importante da conquista da sua casa própria.

E se você ainda não escolheu o seu futuro lar, conheça as nossas casas à venda. Com a Alea, você pode contar com as facilidades do programa Casa Verde e Amarela para morar com tranquilidade e segurança em um condomínio fechado de casas. Fale com o nosso time de atendimento agora mesmo!

Conheça a Alea

Alea nasceu com o propósito de proporcionar para você a oportunidade de morar em um condomínio de casas com segurança, conforto e qualidade de vida. Todos os residenciais priorizam um grande contato com a natureza e oferecem a liberdade de viver em espaços amplos, abertos e ao ar livre.

São casas não geminadas e sem muros, em condomínios fechados que contam com projetos arquitetônicos e de paisagismo, focados no seu bem estar. Assim, além de uma nova forma de morar, a Alea se diferencia pelo alto padrão e tecnologia, pois possui um método construtivo internacionalmente reconhecido, o wood frame. Portanto, todas as casas possuem paredes com 8 camadas, que entregam resistência, durabilidade, conforto térmico e acústico.

Aquele seu sonho de morar em um condomínio de casas agora pode se tornar realidade. Agora, a Alea é uma das grandes parceiras do Casa Verde e Amarela, por esse motivo, você pode usar todas as vantagens e benefícios do programa no financiamento da sua casa. Ou seja, vem escolher a sua!

Escrito por:

Autor do post | Logo Alea | Condomínio de casas | Casas Alea

A casa dos seus sonhos. Possível. Acessível. Viável.

Saia do aluguel e conquiste a sua Alea. Dê o primeiro passo agora!

Ops! Precisamos saber sua região.
Ops! Precisamos saber seu nome.
Ops! Precisamos saber seu WhatsApp.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.